Pareidolía no conteúdo

Vamos voltar no tempo há cerca de 10.000 anos, são 21h, você é um caçador que saiu com 5 membros de sua tribo para caçar, os 5 espalhados para cobrir mais terreno, e a densa vegetação faz você não enxergar direito os seus companheiros, ouve um barulho na sua frente, você vê uma grande sombra, você se prepara para atacar e…. Você distingue o rosto do seu amigo entre a vegetação.

Este é um dos milhares de exemplos de situações que podem resultar em vida ou morte para o humano que não tem a capacidade de perceber um rosto.

Nós evoluímos para reconhecer e ver os padrões do que nos rodeia e estamos fortemente envolvidos no padrão de detecção de rosto. Não lhe aconteceu que você está andando por um parque e vendo um rosto no tronco de uma árvore? Ou na forma de uma noz, uma casa simétrica, alguns carros ou sua tomada.

Há uma razão para isso, o nome é Pareidolía, você não é louco, é normal e é uma ferramenta que pode ser usada por nós que recebemos dinheiro em troca de momentos de atenção humana.

Você sabia que o ser humano médio vê mais de 2.500 anúncios por dia?

No meio do caos de imagens de hambúrgueres, frascos de perfume, refrigerantes e chinelos, e todas aquelas imagens impressas nas ruas, em panfletos e também constantemente aparecendo nas redes sociais, ver um rosto vai atrair sua atenção.

Você sabia que tem 80% mais chances de clicar em um vídeo do YouTube com um rosto na miniatura? O poder de descobrir o que está por trás da vegetação é forte, você está esperando para ver um rosto humano ao clicar para entrar em um vídeo como este, somos construídos para isso, para interagir com humanos.

Agora, interagimos com ele no Facebook, Instagram e WhatsApp, e há uma razão pela qual essas plataformas permitem que você mostre seu rosto na foto do seu perfil, não acha?

Mas vamos voltar à publicidade! Até agora, sabemos que, se você colocar um rosto em uma imagem no seu anúncio, terá mais possibilidades de clicar, mas todo mundo sabe que todos os cliques não são criados iguais, alguns têm mais possibilidades de gerar negócios do que outros.

É inútil criar o melhor anúncio do mundo se as pessoas certas não o verão.

Usar a pareidolía em sua imagem é uma ferramenta, mas essa mesma ferramenta não garante seu retorno, a coisa mais importante em um post onde você usa a pareidolía (e onde não a usa) é o público.

Hora de dizer como usá-la melhor, vamos começar com um exemplo desta peça.


Você pode ver claramente a inspiração para o rosto feliz que já é famoso em todo o mundo.

Nesse exemplo, eles obviamente usam a pareidolía como uma ferramenta para fazer uma associação com a felicidade, vamos ver outro exemplo que não é tão óbvio

Nesta imagem, você pode ver como a projeção orienta seus olhos a observar na direção em que a pessoa na foto está observando, querendo fazer o que os outros fazem, isso é a atividade dos neurônios-espelho, é uma peça com dois propósitos, um é chamar atenção ao rosto, o segundo é fazer com que você queira fazer o que a pessoa faz, como a pessoa está olhando na direção de um texto, é aí que você mostra a mensagem que realmente deseja mostrar.

A pareidolía pega a sua atenção, os neurônios-espelho a guiam, e aí está! Você fez seu cliente ler o texto que queria que ele lesse.

Algo realmente fascinante é observar como marcas de produtos que não têm muito a ver com rostos, como relógios de pulso ou sapatos, vendem esses produtos enquanto ainda usam pareidolía, é uma maneira de dizer olhe para mim! Entre tanto barulho publicitário

Realmente faz diferença, no final, a teoria de como se origina não é tão importante, nem os usos da pareidolía, o que importa são os resultados reais que ela fornece: cliques, atenção, tráfego e você deve ser sábio em como usar essa ferramenta para gerar resultados.

Pareidolía no conteúdo
Compartilhe este conteúdo

Deixe uma resposta

WhatsApp
Fale Conosco agora.